O que precisamos aprender com essa pandemia - # - Últimas Notícias : CuritibaFun : Entretenimento, shows e eventos em Curitiba
Curitiba, 30/09/2020

O que precisamos aprender com essa pandemia

em 14/04/2020 10:16:48 (203 leituras) #
Imagem redimensionada
Nesse momento de crise, é preciso parar de pensar no lucro e ter solidariedade


As medidas de quarentena recomendadas pela Organização Mundial da Saúde e que estão sendo adotadas pela maioria dos países, por conta da pandemia da Covid-19, fez com que a muitas pessoas tivessem que mudar sua rotina de vida e de trabalho. Algumas pessoas, inclusive, têm que administrar uma nova demanda: o home office ou home work: como continuar trabalhando, mas, agora, dentro de casa? Com as tarefas domésticas, os filhos, às vezes mãe e pai ou mesmo avós?
Diante disso, precisamos fazer uma análise sobre o que esses acontecimentos geraram na vida das pessoas, tanto a nível pessoal, quanto profissional. “O que estamos aprendendo com tudo isso? Quais são as descobertas que estamos fazendo quando a gente tem que voltar até por obrigação, por imposição ao universo de família? O que temos que aprender sobre relações humanas dentro das nossas casas e dentro das nossas famílias? Nós reclamamos tanto de falta de tempo para com os nossos filhos, para com a nossa casa, os nossos afazeres e agora nós temos todo tempo do mundo e estamos sofrendo porque não sabemos o que fazer com ele”, conta Sirley Maciel – palestrante, analista comportamental, terapeuta, Master Coach e especialista em oratória.
“Outro dilema, para muitos, é acreditar que precisam (e podem) voltar ao que era antes, até para fugir das reformas que elas precisam fazer delas mesmo”, pondera Sirley. Essa reforma, precisamos começar dentro de cada um de nós, para nos transformarmos. O que vamos fazer com tudo isso que estamos vivendo? “Essas são questões fundamentais que eu tenho que responder quando voltar para mim, para a minha primeira, verdadeira e única casa, que sou eu, meu corpo, minha mente, meu espírito”, afirma a professora Sirley. “E depois, tenho que voltar-me para minha segunda casa, que é a casa onde eu moro, com meus familiares, com as pessoas que eu amo, mas que eu não estou agora sabendo lidar”, complementa Sirley. É tanto tempo junto que até criamos confusão, porque nós não aprendemos relações interpessoais para praticarmos com a família, com o filho ou marido, e não aprendemos também a lidar com a ausência, por que, agora, nós não podemos entrar em contato com as pessoas que amamos e ficar com elas, estar com elas, abraçar elas. Então, nós aprendemos a lidar com as relações interpessoais de uma forma profissional, mas, nunca tivemos a coragem, a necessidade e até a visão de que as relações humanas e as relações interpessoais também estão presente nas famílias, dentro desse universo micro que nós vivemos. E a terceira casa é a sociedade, o planeta: como as pessoas desse planeta estão se relacionando umas com as outras. “Quanta bobagem está sendo dita, de falta de solidariedade, de falta de compreensão, de falta de ética com outro! Quer dizer: eu prefiro que o outro volte a trabalhar, se coloque em risco de contaminação, em vez de deixar ele em casa, cuidando da sua vida e da vida das pessoas que o amam”, destaca Sirley.
A referência que está aparecendo cada dia mais forte é no ter em detrimento do ser; quando eu estou preocupado com a minha empresa, com o meu lucro, com o dinheiro que não está entrando, eu estou fazendo a opção pelo lucro, pelo dinheiro.
Agora é o momento perfeito para prestar atenção aos que antes estavam invisíveis: as pessoas, que acordam cedo e pegam ônibus, trem ou metrô lotados para cumprir com suas responsabilidades; os vizinhos de rua ou apartamento; os profissionais de saúde, da limpeza e coleta de lixo; aos professores, etc. Hoje é possível dizer quem realmente faz a diferença na sociedade.
“Não existe economia forte sem pessoas saudáveis. Podemos ver empresas e grandes lojas fechadas, assim como pequenas e médias, mas, sem funcionários e consumidores para fazê-las funcionar”, afirma Sirley. E arremata: “É hora de nos preocuparmos com o que realmente importa nesse momento – como vamos nos cuidar e cuidar de quem nós amamos, nos é próximo, ou mais vulnerável – e nos prepararmos para o retorno. Porque, tudo isso vai passar. Porém, não tem como voltarmos ao que éramos antes”.

Imagem redimensionada
_____________________________________________________________
INTREPEDS – Instituto de Treinamento, Pesquisa e Desenvolvimento do Ser
Sirley Machado Maciel
Analista comportamental, terapeuta e escritora
Site: www.intrepeds.com
Facebook: Intrepeds.Desenvolvimento
Cel: (41) 99996-7063
sirleym.maciel@gmail.com
Facebook: Sirley Machado Maciel Intrepeds
Página de impressão amigável Enviar esta história par aum amigo Criar um arquvo PDF do artigo
Outros Artigos
22/09/2020 10:06:24 - Vai casar? Faça o seu mini wedding no Ses Salines
22/09/2020 09:56:33 - O Direito Autoral e a Propriedade Intelectual
22/09/2020 09:52:35 - As atitudes dignas de um empreendedor neste momento
22/09/2020 09:47:42 - O que os Chefs de cozinha podem te ensinar sobre gestão de carreira
22/09/2020 09:45:32 - Comida afetiva para você aproveitar sem culpa
22/09/2020 09:37:10 - Pisos aquecidos: o requinte começa por onde você pisa
07/05/2020 09:15:39 - Conheça mais sobre a Educação Financeira
07/05/2020 09:09:35 - Como funciona a Assessoria Financeira Empresarial e para quais empresas este serviço é indicado?
07/05/2020 08:59:32 - Tratamento da artrose do joelho sem cirurgia
15/04/2020 14:17:31 - Aplicativo de mobilidade para mulheres chega em Curitiba
14/04/2020 10:16:48 - O que precisamos aprender com essa pandemia
14/04/2020 10:11:54 - Como o DELIVERY pode salvar os negócios durante a pandemia
14/04/2020 09:51:37 - Consultórios médicos podem reduzir gastos em momento de crise
14/04/2020 09:40:49 - Como falar bem em público de forma extraordinária?
14/04/2020 09:37:22 - Plano de saúde pode se negar a cobrir alguns casos?
14/04/2020 09:30:34 - Suspensão de prestações à Caixa pode ajudar a manter a renda em momento de crise
16/03/2020 09:37:26 - LGPD entrará em vigor a partir de agosto
16/03/2020 09:24:36 - Comunicado: suspensão das aulas e atividades presenciais na UP
23/12/2019 12:33:46 - Que tal se inspirar na culinária holandesa?
21/12/2019 09:00:00 - Luís Henrique Pellanda lança livro de crônicas com desenhos de Raro de Oliveira
21/12/2019 08:44:08 - Vestuário, brinquedos e cosméticos estão entre os principais presentes para este Natal
21/12/2019 08:34:54 - Reveillón ou Réveillon: dicas para não errar nas mensagens de fim de ano
21/12/2019 08:21:41 - Profissão TI: corrida contra o tempo
21/12/2019 07:39:09 - Últimos dias para ver a exposição "Quem é o Homem do Sudário?"
21/12/2019 07:28:16 - O que é, o que é: chega em dezembro trazendo presentes, mas não é Papai Noel?