CuritibaFun
Campanha Maio Furta-Cor: Saúde Mental Materna Importa promove ações de conscientização e de entretenimento em Curitiba

Campanha Maio Furta-Cor: Saúde Mental Materna Importa promove ações de conscientização e de entretenimento em Curitiba

Campanha Maio Furta-Cor: Saúde Mental Materna Importa promove ações de conscientização e de entretenimento em Curitiba
(Foto: Arquivos Onda Furta-cor)

Em virtude do Mês das Mães, é realizada em Curitiba-PR a Campanha Maio Furta-Cor: Saúde Mental Materna Importa, sem fins lucrativos, democrática e apartidária. É um mês dedicado à saúde mental materna, pois existe um forte estigma social em torno de temas ligados à saúde mental, que é ainda mais reforçado quando se estende ao campo materno. Com isso, registrou-se um alarmante crescimento dos casos de depressão, de ansiedade e, infelizmente, de suicídio de mães. Mesmo antes da pandemia, as mulheres já apresentavam mais transtornos mentais do que os homens: no Brasil, de acordo com o Estudo Lab Think Olga 2023, elas representavam 7 em cada 10 casos de depressão ou ansiedade. 

Iniciada em 2020, a Maio Furta-Cor ganha força ao alcançar a América, Ásia, a África e a Europa, em mais de 17 países. Já são mais de 250 representantes, com 116 voluntárias somente em Curitiba-PR, nas mais distintas áreas de atuação. E a Furta-Cor foi escolhida por ser uma tonalidade que se altera de acordo com a luz que recebe, não tendo uma cor absoluta. No espectro da maternidade não é diferente: nele cabem todas as cores. A sociedade, como um todo, deve estar centrada no cuidado, no atendimento e no fortalecimento das mães e das famílias estendidas, da rede de proteção pública e também da comunidade. Vale reforçar que, em praticamente 38% dos lares brasileiros, além de serem as cuidadoras, as mães são as provedoras da família, ainda de acordo com o Think Olga 2023, uma grande causa de adoecimento feminino. Portanto, cuidar da saúde mental também é promover acesso a direitos, emprego e renda.

Cuidar de quem cuida é um dos principais lemas da campanha. “Precisamos nos conscientizar que todo cansaço, esgotamento, privação do sono e adoecimento não é normal. Nós visamos realmente resgatar e trazer para o centro desse debate a promoção da saúde mental das mulheres mães, mostrar que elas também estão no centro da vida e do cuidado de sua saúde, lembrando que saúde é muito mais que a prevenção de doenças”, destaca Déborah Sanches, uma das coordenadoras da Campanha Maio Furta-cor, psicóloga e psicanalista. Ela reforça que, para a Organização Mundial da Saúde (OMS, 2023), a saúde é um estado de bem-estar integral. “É por isso que, neste mês de maio, nós buscamos fortalecer redes de apoio, formar comunidades, promover encontros com outras mães, além de desenvolver estratégias de cuidado, amparo e acolhimento que sirvam de alerta para que possamos proteger as famílias, as mães e a futura geração, que são as crianças, reforça Déborah.

A organização da campanha também vê as trocas em grupo como uma forma de reduzir o sentimento de solidão e culpa materna. “Apostamos muito na potência das mulheres em roda, na construção de uma identidade materna e na validação das suas vivências, por isso continuamos trabalhando na organização da campanha por desejar alcançar cada vez mais mulheres, valorizando a singularidade de cada maternar e compreendendo os atravessamentos de raça, cultura e classe social”, explica Déborah.

PROGRAMAÇÃO

A programação da Campanha Maio Furta-Cor Saúde Mental Materna Importa foi pensada para registrar o maior impacto possível para quem mora em Curitiba-PR e região. 

Na tarde do dia 11/05, sábado, haverá um grande evento na Ópera de Arame (Rua João Gava, 920 – Abranches), batizado de “Mãe não é tudo igual”, com atrações como palhaçaria com Camila Jorge, pocket show com Fafá Conta, e talk com as mães curitibanas Ines Polidoro – ABAI, Letícia Costa – Mães Pretas, Jovina Rehn Ga, Amabile Marchi – Presidente da UPPA e Graciela Bolzon – Vice-reitora da UFPR para lembrar que a maternidade é Furta-Cor, é uma vivência única. A apresentação musical fica por conta de Janine Mathias. Nessa tarde divertida, que vai das 14h às 18h, as famílias poderão também prestigiar uma feira dos expositores parceiros e participar de sorteio de brindes, enquanto as crianças curtem o espaço de recreação. Para participar, basta que os pais ou responsáveis inscrevam os pequenos, a partir de três anos, para liberação no Brincar e Criar: https://forms.gle/ASbtHjJL73s8Q1ow7.

Seguindo a programação, no domingo dia 19/05, às 8h30, será realizado o “Corre de mãe é na pista!”, um treinão de corrida no Parque Barigui para lembrar que cuidar da saúde mental também passa pelo cuidado integral com a saúde. O encerramento da campanha Maio Furta-Cor será “Na Casa Delas” (Rua Paulo Graeser Sobrinho, 332 – São Francisco), com a festa “A Mãe tá On”, no dia 25/05, a partir de 16h, com música, petiscos e interação entre as mães. “Vamos finalizar com uma comemoração da mulher que existe em cada uma de nós, mostrando que as mães também se divertem e merecem celebrar a vida”, finaliza Déborah.

Serviço:

  • CAMPANHA MAIO FURTA-COR SAÚDE MENTAL MATERNA IMPORTA
  • Instagram: @ondafurtacorcuritiba 
  • Site nacional: www.maiofurtacor.com.br  

Next Post

Evangelizar promove Bazar Solidário de Dia das Mães com atrações musicais e serviços de autocuidado

ter maio 7 , 2024
No próximo dia 9 de maio (quinta-feira), a Associação Evangelizar É Preciso promove  evento em homenagem às mães no Bazar Solidário, espaço de venda de roupas e acessórios para arrecadação de recursos […]
Evangelizar promove Bazar Solidário de Dia das Mães com atrações musicais e serviços de autocuidado